A moda dos produtos personalizados

Segundo Gardner (1999), cada indivíduo apresenta o seu perfil criativo distinto, daí a dificuldade de definição do termo criatividade, mas quem não gosta de ver algo totalmente único? Não é mesmo?

Assim surgiu a pinta e borda com o intuito de fazer o cliente participar da construção do produto e torna-lo único e com a personalidade da pessoa no item escolhido. Ou seja, a ideia de fazer que o cliente crie seu próprio produto, é uma ótima forma de atingir a tão desejada exclusividade, além de fazer com que ele sinta-se lisonjeado de ter feito algo com a sua cara.

Nas primeiras vendas foi possível ver que quando um presenteado recebe um presente que tem a sua personalidade é algo que gera uma gratidão incrível.

Nos próximos posts você irá ver um mundo de coisas possíveis de personalizar. Vamos embarcar nesta aventura única? Os posts serão feitos todos as sextas-feiras, sejam bem-vindos!

Compartilhe com seus amigos

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *